Facebook
Em cima da hora:
Baile Municipal de Bezerros vende ingressos para show de Araketu
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 12/03/2019


    13.03.2019 11h41m
    Recomendar

    Sobe - O exército brasileiro Sentinela do Sertão por mostrar lado humanitário da instituição.


    Desce - O ato de vândalos que apedrejou ônibus do Fluminense de Feira após eliminação do clube no Campeonato Baiano.

     

    Repúdio


    O vereador Edvaldo Lima (PP) apresentou uma moção de repúdio a escola de samba Gaviões da Fiel de São Paulo, na sessão de ontem (11), na Câmara Municipal. A apresentação da escola mostrou a encenação de uma luta entre o diabo e Jesus, com o diabo saindo vencedor. Para o edil, manifestações dessa natureza estimulam o desrespeito e a intolerância.


    Apoio


    A greve dos professores da rede municipal de Feira de Santana foi o tema do discurso do vereador Roberto Tourinho. Ele manifestou seu apoio à classe e à professora Marlede Oliveira, diretora do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB).


    Sugestão


    Gilmar Amorim (PSDC) durante pronunciamento na Câmara Municipal evidenciou a necessidade de uma discussão ampla sobre a greve dos professores da rede municipal. Ele ressaltou que não é hora de se promover, mas de debater o interesse em comum.


    Em concordância


    Concordando com o discurso proferido pela diretora da APLBFeira, Marlede Oliveira, o vereador José Menezes - Zé Filé (PROS) - usou seu tempo na tribuna da Casa da Cidadania para tecer duras críticas ao Governo Municipal e disparou, dizendo que a prefeitura deveria se envergonhar da educação que oferece aos feirenses.


    Solicitação


    A Câmara Municipal de Feira de Santana aprovou, em votação única e por unanimidade dos presentes, o Requerimento de nº 052/2019, de autoria do vereador Roberto Tourinho (PV), que solicita a realização de uma sessão especial, no próximo dia 22 de março, a partir das 9h, no plenário da Casa. A referida proposição também requer que seja convidada autoridades municipais, bem como entidades representativas comprometidas por políticas públicas de valorização e reconhecimento de direitos das pessoas com deficiência.


    Aprovação


    A Câmara também aprovou, outra vez em votação única e por unanimidade dos presentes, o Requerimento de nº 042/2019, de autoria do vereador Luiz Augusto de Jesus - Lulinha (DEM), que solicita ao gestor da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia - Coelba a manutenção de fios de energia elétrica situados na 1ª travessa da Rua Amarela, sede do distrito Governador João Durval Carneiro (antigo Ipuaçu), “visto que os mesmos estão ‘caídos’, podendo ocasionar um choque elétrico, o que gera insegurança aos moradores e transeuntes”.


    Comenda


    Foi aprovado em discussão única e por unanimidade dos presentes, o Projeto de Decreto Legislativo de nº 001/2019, de autoria do vereador Isaías de Diogo (PSC), que concede a Comenda Maria Quitéria ao subtenente da Polícia Militar e empresário, Anderson Evangelista Ferreira. A Mesa Diretiva da Câmara Municipal providenciará a impressão da Comenda supracitada, que será entregue em sessão solene, convocada especialmente para este fim.


    Alvo


    O acordo que destina R$ 2,5 bilhões para uma fundação a ser criada pela Lava Jato será alvo de grande ofensiva nesta semana, informa a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo. O TCU espera ser demandado até a sexta (15), e ministros cogitam responsabilizar pessoalmente os dirigentes da Petrobras que autorizaram o pacto, inclusive com bloqueio de bens. Segundo a publicação, no Congresso, o PT discute ações com outros partidos. Além de recorrer ao STF e ao STJ, a sigla vê base para questionar a atitude de procuradores no Conselho Nacional do Ministério Público.



  • 09/03/2019


    11.03.2019 11h02m
    Recomendar

    Sobe - Trabalho desenvolvido pela Ronda Maria da Penha que dá bons resultados em Feira de Santana.


    Desce - Artistas que cometeram o crime de atentado ao pudor no carnaval.


    Homenagem


    Homenagens, discursos empoderados e palestra sobre a trajetória de luta da mulher e a importância da mesma na sociedade marcaram, na noite da última quinta-feira (7), o Dia Internacional da Mulher na Câmara Municipal de Feira de Santana. Os convidados foram saudados pelas vereadoras Cíntia Daltro Machado (PRB) e Gerusa Sampaio (DEM), que falaram das vitórias alcançadas pelas mulheres ao longo do tempo e, também, dos elevados índices de feminicídio registrados no país. O prefeito Colbert Martins e os deputados federais, Zé Neto (PT) e Dayane Pimentel (PSL) também estiveram presentes.

     

    Exoneração


    José Lúcio Lima Machado foi exonerado da presidência da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder). A exoneração foi publicada na edição de ontem (8), do Diário Oficial do Estado. No lugar dele assume Sérgio de Oliveira Silva, que ocupava a diretoria de Obras Estruturantes do mesmo órgão.


    Exaltação


    A deputada federal Dayane Pimentel (PSL), uma das principais aliadas do presidente Jair Bolsonaro na Bahia, na sua página do Instagram, elogiou a escolha da vereadora Lorena Brandão (PSC) como nova vice-líder do governo na Câmara Municipal. Na oportunidade, a deputada chamou Lorena de abençoada.


    Mira do MPF


    Nos dois primeiros meses do governo de Jair Bolsonaro (PSL), atos do presidente e do segundo escalão do governo entraram na mira do Ministério Público Federal (MPF) por contrariar leis e direitos humanos. Na Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), setor do MPF que cuida da proteção dos direitos humanos e de direitos como saúde e educação, há quatro pedidos para que a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, apresente ações judiciais contra medidas do governo. No entendimento da PFDC, são inconstitucionais a flexibilização da posse de armas, a possibilidade do monitoramento de ONGs, a extinção do Conselho Nacional de Segurança Alimentar (Consea), órgão de combate à fome, e a ampliação das autoridades que podem decretar sigilo sobre informações públicas.


    Afirmação da ministra


    A ministra de Mulher, Família e Direito Humanos, Damares Alves, afirmou que o governo Bolsonaro vai “ensinar meninos a levar flores e abrir porta do carro” para mulheres. A declaração foi feita durante um evento com a presença do ministro Sérgio Moro (Ministério da Justiça e Segurança Pública) para a assinatura de um convênio entre os dois ministérios para combater a violência doméstica.


    Defesa da Reforma


    O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender a reforma da Previdência nas redes sociais, na última quinta (7). Desde o dia 20 de fevereiro, quando o texto foi entregue pelo governo ao Congresso, o chefe do Executivo nacional não se manifestava sobre o assunto. A reforma é considerada prioritária pela equipe econômica do governo para equilibrar as contas públicas. O presidente reforçou que a reforma tem como objetivo combater “privilégios” como aposentadoria especial para os políticos, além de incluir todos os segmentos da sociedade. Bolsonaro ainda publicou novamente o vídeo oficial que gravou para divulgar a proposta do governo.


    Manutenção insustentável


    Auxiliares do presidente Jair Bolsonaro (PSL) avaliam que se torna cada vez mais difícil a situação do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio. De acordo com a Folha, após novas acusações contra o ministro, sua situação é insustentável. A avaliação tem sido feita, em caráter reservado, por assessores presidenciais, para os quais a insistência do ministro em seguir no posto só prolonga a crise política.


    Proposta


    O deputado estadual Alex Lima (PSB) propõe, em projeto de lei apresentado, a reserva de espaço para mulheres no transporte público de passageiros nos horários considerados de pico. Segundo o texto, as empresas de transporte público sobre trilhos devem destinar vagões exclusivos para o transporte de mulheres, em número suficiente para atender a necessidade da demanda. Além disso, a matéria estabelece que as empresas de transporte coletivo urbano reservem espaço a passageiras, preferencialmente na parte traseira ou dianteira do veículo, com acesso e saída facilitados e exclusivos.



  • 08/03/2019


    08.03.2019 11h28m
    Recomendar

    Sobe - As mulheres brasileiras por ao longo dos anos terem conquistado cada vez mais seu espaço na sociedade.


    Desce - A cultura do machismo que ainda impera no modo de viver de diversos homens brasileiros.


    Líderes sobre Bolsonaro


    Líderes de partidos de centro e centro-direita do Congresso oscilaram entre a incredulidade e o deboche diante do vídeo obsceno e escatológico postado no perfil de Jair Bolsonaro, no Twitter, na última terça (5). O presidente foi, primeiro, alvo de chacota. Depois, de cobrança. As informações são da coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo. Segundo a publicação, no fim da última quarta (6), o saldo era amplamente negativo. Integrantes da cúpula do Parlamento avaliam que Bolsonaro está, aos poucos, ele mesmo, minando a credibilidade que tem para liderar mudanças estruturais.


    Explicação do Planalto


    A comunicação social da Presidência da República explicou na noite da última quarta-feira (6), que o vídeo publicado pelo presidente Jair Bolsonaro no Twitter tinha objetivo de mostrar “distorção clara do espírito” do carnaval e não de criticar a festa de “forma genérica”. A nota divulgada pela Presidência da República diz que as cenas “escandalizaram, não só o próprio Presidente, bem como grande parte da sociedade”.


    2º escalão de Rui


    Passado o Carnaval, as expectativas da base aliada se voltam para o anúncio do restante dos nomes do segundo escalão do secretariado do governador Rui Costa (PT). Ele deve anunciar os nomes na próxima semana.


    Recurso no STF


    O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, entrou na última quarta-feira (6), com um recurso no Supremo Tribunal Federal (STF) contra decisão do ministro Luiz Fux que, na semana passada, negou pedido para transferir para a Corte as apurações sobre o suposto uso de candidatos-laranja nas eleições de 2018. Os advogados pedem que Fux reconsidere a decisão da semana passada ou que leve o caso para julgamento no plenário.


    Processo


    O presidente Jair Bolsonaro disse, em seu Twitter, que vai processar o ator José de Abreu. O ato veio após uma postagem do ator na rede social. Na postagem, o ator autointitulou-se de “meteoro” e chamou o presidente de fascista. Em resposta, Bolsonaro disse que está processando algumas pessoas e “o ‘meteoro’ será o próximo”.


    Condenação


    O ex-diretor da Dersa (estatal paulista de rodovias), Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto, foi condenado na última quarta-feira (6), pela segunda vez na Lava Jato, a 145 anos e oito meses de prisão. Suspeito de ser operador do PSDB de São Paulo, Paulo Preto completou 70 anos, ontem (7), e o tempo para que as acusações contra ele caducassem, se não fosse condenado, seria reduzido pela metade. Ele é acusado de formação de quadrilha, peculato (desvio de dinheiro público) e inserção de dados falsos em sistema público de informação. O próprio Ministério Público Federal pedia 80 anos de prisão ao ex-diretor.


    Afirmação


    O presidente Jair Bolsonaro afirmou ontem (7), que a democracia e a liberdade só existem quando as Forças Armadas querem, durante discurso em cerimônia de formação de fuzileiros navais no Rio de Janeiro.


    Vice-liderança


    A vereadora Lorena Brandão (PSC) foi confirmada na vice-liderança do governo da Câmara Municipal de Salvador (CMS), segundo a assessoria da legisladora. O fato já havia sido adiantado pelo BNews no ano passado. Em fevereiro, Paulo Magalhães Jr. (PV) foi anunciado no comando do bloco, como também já era esperado. O líder e o vice-líder anteriores foram, respectivamente, Henrique Carballal (PV) e Duda Sanches (DEM).



  • 07/03/2019


    07.03.2019 18h30m
    Recomendar

    Sobe - Escritor Gabriel García Márquez por ter sua principal obra, “Cem Anos de Solidão”, transformada em série da Netflix.


    Desce - Comerciantes que invadem passeio para estacionamento e Secretaria Municipal que não fiscalizam.

     

    Indicações


    Levantamento divulgado pelo Estadão mostra que a Câmara dos Deputados mantém 80% do seu quadro de funcionários com indicações políticas. De acordo com a publicação, ao todo, são 11.817 cargos comissionados, número que deve aumentar com contratações feitas pelos novos parlamentares. O jornal afirma que, na prática, boa parte desses servidores dá expediente nas bases eleitorais dos congressistas e, em alguns casos, funcionam como uma espécie de “cabo eleitoral” durante os quatro anos do mandato parlamentar.


    Aumento nos gastos


    Os gastos com cartões corporativos da Presidência da República nos dois primeiros meses do governo Jair Bolsonaro aumentaram 16% em relação à média dos últimos quatro anos, já considerada a inflação no período. Apesar de ter seu fim defendido durante a transição, a nova gestão não só manteve o uso dos cartões como foi responsável por uma fatura de R$ 1,1 milhão. Os valores foram divulgados apenas na semana passada, com atraso, após o Estado questionar a Controladoria-Geral da União (CGU).


    Mais críticas


    Após pedir a prisão do cantor e colega de parlamento Igor Kannário (PHS), a deputada federal Dayane Pimentel (PSL) voltou às redes sociais para criticá-lo mais uma vez e justificar que, apesar de fazer parte da mesma coligação, não ajudou a eleger o também deputado federal. Apesar de direcionar a publicação à Kannário, a imagem publicada também volta a atacar o grupo BaianaSystem e a escola de samba paulista Gaviões da Fiel, afirmando que os integrantes deveriam ser presos.


    Oposição na Câmara


    Líderes de partidos de oposição a Jair Bolsonaro estimam ter entre 160 e 180 cadeiras na Câmara. O número seria suficiente para, no limite máximo, barrar a aprovação de emendas à Constituição e inviabilizar reformas. No mínimo, já poderia complicar a vida do governo - que ainda enfrenta dificuldades para montar uma base sólida de apoio na Casa.


    Ministros aguardados


    Com a expectativa de ter um resto de semana esvaziado por causa do carnaval, somente na semana que vem o Senado deve retomar o revezamento de ministros nas comissões permanentes. As duas presenças mais esperadas são as dos ministros Paulo Guedes (Economia) e Sérgio Moro (Justiça), mas além deles deverão comparecer mais sete ministros. Guedes já tem data marcada para ir ao Senado: no dia 12 de março ele estará na Comissão de Assuntos Econômicos para debater o endividamento dos estados.


    ACM sobre Campo Grande


    O prefeito ACM Neto, em coletiva realizada ontem (6), afirmou que, se não fosse pela atuação da Prefeitura, “esse ano nem poderia ter tido Campo Grande”. A declaração do prefeito foi diante do questionamento sobre ações para evitar o esvaziamento do Circuito Osmar, no Carnaval. Neto afirmou que o esvaziamento do circuito é um “processo que vem acontecendo ao longo dos últimos anos, não apenas de 2019”.


    Procuradora sobre MP


    A procuradora-geral da República, Raquel Dodge disse ontem (6), no lançamento da Campanha da Fraternidade, que o papel do Ministério Público é zelar para que as políticas públicas incluam todos os cidadãos, alertando que as medidas adotadas pelo Estado não podem discriminar e devem contribuir para o combate da corrupção, criminalidade, violência e pobreza.


    Manifestações


    O próximo sábado (9), será marcado por protestos na Venezuela. O presidente Nicolás Maduro e o autodeclarado presidente interino, Juan Guaidó, convocaram mobilizações para essa data. São manifestações com objetivos opostos: Maduro defende sua manutenção no poder, enquanto Guaidó quer assumir o governo.



  • 06/03/2019


    06.03.2019 14h30m
    Recomendar

    Sobe - Igreja Católica por lançar campanha da Fraternidade 2019 para discutir as políticas públicas no Brasil.


    Desce - Escola de Samba Gaviões da Fiel por praticar intolerância religiosa.


    Contestações no STF


    A fundação de combate à corrupção criada pela Lava Jato em Curitiba deve ser alvo de contestações no Supremo, informa a coluna Painel, da Folha de São Paulo. Segundo a publicação, a área jurídica do PT estuda ingressar com ação na corte para questionar a constitucionalidade da medida da força-tarefa. O fundo é de direito privado. A avaliação preliminar da direção petista é a de que os procuradores não têm competência para definir o destino de recursos públicos e estariam interferindo nas atribuições do Executivo e do Legislativo. “O Ministério Público pode muito, mas não pode tudo”, diz o deputado Rui Falcão (PT-SP). O fundo no valor de R$ 1,25 bilhão foi estabelecido em acordo entre a Petrobras, o Ministério Público Federal e o Departamento de Justiça americano.


    Hostilização


    O boneco gigante do presidente Jair Bolsonaro (PSL) estreou sob chuva, esquema de segurança especial e vaias no Carnaval de Olinda (PE). Ao lado da escultura que representa a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, o “Jairzão” puxou o cortejo de cem gigantes na última segunda-feira (4). Em diversos momentos do desfile, muitos foliões vaiavam e atingiam o boneco com latas de cerveja e pedras de gelo.


    Disputa


    A relatoria da reforma da Previdência está entre dois deputados: Agnaldo Ribeiro (PP) e Eduardo Cury (PSDB). Segundo a coluna Radar, da revista Veja, Ribeiro é tido como favorito. No dia 20 de fevereiro, o presidente Jair Bolsonaro (PSL), entregou ao Congresso a proposta do governo para a reforma. As novas regras precisam do aval dos congressistas, em dois turnos de votação, tanto na Câmara quanto no Senado.


    Posicionamento de Coronel


    O deputado federal Angelo Coronel (PSD-BA), autor do projeto que põe fim ao percentual mínimo (30%) de candidaturas femininas na disputa de cargos eletivos, defende que, se as mulheres querem igualdade, não há necessidade de cota. À Folha de São Paulo ele justifica que a participação feminina nas últimas eleições não se mostrou diferente do patamar histórico.


    Crítica


    O pastor Silas Malafaia criticou a postagem do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), sobre a liberação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que pudesse acompanhar o velório do neto, na manhã do último sábado (2). Em sua página noTwitter, Malafaia, que na campanha presidencial do ano passado caminhou ao lado da família Bolsonaro, pediu “compaixão” para o parlamentar.


    Lamentou


    O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ) comentou a morte do neto do ex-presidente Lula, e também sobre a saída temporada concedida pela Justiça ao petista, para que fosse ao sepultamento do garoto, de apenas 7 anos, que faleceu vítima de uma meningite meningocócica. Em post no Twitter, o filho do presidente da República disse que discordava da liberdade temporária dada a Lula, por uma “questão de isonomia” com os demais presos. Contudo, afirmou ser “óbvio” que a morte de Arthur Araújo Lula da Silva é um “fato lamentável” e pediu: “Não misturem as coisas”.


    Demissão anunciada


    O Ministério das Relações Exteriores informou na última segunda (4) que o diplomata Paulo Roberto de Almeida, diretor do Instituto de Pesquisa de Relações Internacionais, deixou o comando do órgão, vinculado ao Itamaraty. Diplomata de carreira desde 1977, Paulo Roberto de Almeida publicou e reproduziu no domingo domingo (3) textos sobre a crise na Venezuela.



  • 02/03/2019


    06.03.2019 14h22m
    Recomendar

    Sobe - Artistas feirenses que vão representar a cidade tanto no Carnaval da Bahia quanto no do Rio de Janeiro.


    Desce - Pessoas que zombam da doença alheia e desrespeitam a dignidade humana.


    Audiência


    Na última quinta-feira (28), o vereador Zé Curuca (DEM) se reuniu com o prefeito Colbert Martins da Silva Filho, em audiência no gabinete do chefe do Executivo feirense. Acompanhado de professoras e de um líder de associação de Humildes, o vereador fez reivindicações por melhorias no distrito.


    Exonerações


    O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, exonerou 21 dos 27 superintendentes regionais do Ibama. As exonerações foram publicadas na edição da última quinta (28), do Diário Oficial da União. Entre os demitidos, está o engenheiro agrônomo José Alberto Santana, que assumiu a gestão do Ibama, na Bahia no ano passado. Até o momento, a razão das exonerações não foi informada pelo Ministério do Meio Ambiente.


    Irritação


    O aceno de Jair Bolsonaro a uma possível redução na idade mínima da aposentadoria das mulheres, de 62 para 60 anos, não agradou os aliados de Rodrigo Maia (DEM), presidente da Câmara. Em conversa com jornalistas na última quinta-feira (28), o presidente da República afirmou que pode fazer essa e outras mudanças nas regras da reforma da Previdência. A decisão pegou a equipe de Paulo Guedes de surpresa, assim como a cúpula do Congresso. De acordo com a coluna Painel, da Folha de S.Paulo, os deputados aliados de Maia agora questionam como vão bancar uma reforma tão impopular, visto que próprio Bolsonaro tem dificuldades de sustentá-la no molde atual.


    Apuração


    A Comissão Especial da Promoção da Igualdade, da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), entregou a representação para apurar o caso do empresário Crispim Terral, que foi agredido por policiais militares em uma agência da Caixa Econômica na semana passada, ao Ministério Público estadual. Proposto pela deputada Olívia Santana (PCdoB), o documento foi recebido pela promotora de Justiça, Lívia Vaz. Para a entrega, além de Olívia, estiveram presentes a vereadora Aladilce Souza (PCdoB), o ex-deputado Bira Corôa e a presidente da Comissão, deputada Fátima Nunes Lula (PT-BA).


    Opinião de Neto


    O prefeito de Salvador, ACM Neto, comentou sobre a orientação do ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodriguez, de que as escolas façam com que os estudantes cantem o hino nacional todos os dias e que a cena seja gravada. Para ele, a decisão é absurda. Ele disse que vai ajudar o governo no que puder, mas admite não concordar com a medida, que não será cumprida, pois o ministro já voltou atrás na mesma semana e reconheceu equívoco no pedido de que fosse feita uma gravação do momento em que o hino fosse cantado.


    Lula em luto


    O neto do ex-presidente Lula, Arthur Araújo Lula da Silva, de apenas 7 anos, faleceu ontem (1°), vítima de uma meningite meningocócica, em um hospital em Santo André, São Paulo. Preso em Curitiba, Lula ainda não sabe se será liberado para comparecer ao sepultamento do neto. Em janeiro, ele foi impedido pela Justiça de ir ao enterro do seu irmão, Genival Inácio da Silva.


    Pedido ao STF


    A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) apresentou na última quinta-feira (28), ao STF (Supremo Tribunal Federal) um documento reforçando um pedido de alteração da competência do caso do sítio de Atibaia (SP). Segundo o jornal Folha de S. paulo, as advogados do petista argumentam que uma perícia contratada pela própria defesa concluiu que a juíza Gabriela Hardt, substituta de Sérgio Moro na 13ª Vara Federal de Curitiba, copiou termos e padrões estéticos da condenação aplicada pelo atual ministro da Justiça e da Segurança Pública no processo do tríplex do Guarujá (SP). As duas ações são da Operação Lava Jato.


    Campeão de faltas


    O deputado federal Jonga Bacelar (PR) é disparado o parlamentar baiano que mais faltou sessões em fevereiro sem nenhuma justificativa. Ele faltou a seis de 13 sessões no mês, conforme dados da transparência da Câmara dos Deputados. O deputado Claudio Cajado (PP) aparece em segundo, com quatro ausências em sessões não justificadas. O pepista participou de oito votações e marcou presença em nove sessões. Bacelar (Podemos) e Félix Mendonça Junior (PDT) faltaram a três sessões e não disseram o motivo das faltas.



  • 01/03/2019


    06.03.2019 14h19m
    Recomendar

    Sobe - Receita tributária de Feira de Santana pelo salto significativo que deu no intervaldo de 1 ano.


    Desce - Embasa por manter índice altissimo de insatisfação popular em Feira de Santana e região.


    Ministro agredido


    O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, foi agredido na última quarta (27), por integrantes do Movimento dos Sem Terra (MST) e do Partido da Causa Operária (PCO) ao sair de uma cerimônia comemorativa da concessão do Parque Nacional do Pau Brasil, em Porto Seguro, no sul do estado. Ao Estadão, Salles afirmou que a Polícia Federal abriu investigação para apurar o caso. Em seu perfil no Instagram, o ministro postou fotos e um vídeo, onde é possível ver o carro cercado por manifestantes. O titular da pasta classificou o episódio como “uma vergonha”.


    Sobre projeto de Coronel


    A deputada federal Lídice da Mata (PSB) classificou como “descabido e inadmissível” o projeto protocolado pelo senador Angelo Coronel. Ele propõe a revogação da cota de 30% das candidaturas de mulheres. Em nota, Lídice argumenta que justamente por conta da cota dos 30% que a bancada feminina cresceu 51% na Câmara, atingindo 77 parlamentares.


    Ainda sobre projeto


    A proposta do senador Angelo Coronel (PSD) de acabar com a obrigatoriedade de 30% de candidaturas femininas em eleições não está sendo bem vista no cenário político. Após a deputada federal Alice Portugal (PCdoB) afirmar que vai “apelar” para que Coronel repense sobre a decisão, e a deputada Lídice da Mata garantir que vai se colocar à frente da resistência ao projeto, foi a vez do deputado Gilmar Santiago (PT) manifestar suas críticas. Para ele, seria um retrocesso e um equívoco. O deputado disse, ainda, que Coronel não foi eleito pelos baianos para fazer isso.


    Fraudes da OAS


    A OAS usou contratos fictícios em sete diferentes países para gerar recursos ilícitos usados em pagamentos de propina e caixa dois no Brasil e no exterior, relatou em sua delação premiada Alexandre Portela Barbosa, ex-gerente da área internacional de contabilidade clandestina da empreiteira. A informação foi veiculada ontem (28), pelo site do jornal O Globo. De acordo com a publicação, Alexandre Barbosa contou que foram usadas para este fim ilícito unidades da construtora sediadas no Chile, Costa Rica, Equador, Guatemala, Peru, Trindade e Tobago, e Ilhas Virgens Britânicas.


    Deputados réus


    Levantamento feito pelo Portal G1 mostra que 50 deputados federais respondem hoje, a processos criminais na Justiça. O dado representa 10% do total de parlamentares na Câmara (513). São, ao todo, 95 processos - apenas um dos deputados responde a 30 ações (quase 1/3 do total). Na Bahia, três parlamentares compõe a lista: Charles Fernandes (PSD), Igor Kannário (PHS) e Tito (Avante). Entre as siglas, o Partido da República (PR) é o que tem o maior números de processados por crimes com sete parlamentares.


    Recuo do MEC


    O Ministério da Educação (MEC) desistiu ontem (28), de pedir às escolas para gravarem alunos durante a execução do Hino Nacional. De acordo com a pasta, a decisão se deu por questões técnicas de armazenamento e de segurança. O MEC informou ainda que um novo comunicado começou a ser encaminhado às escolas, retirando o pedido. O pedido foi duramente criticado por educadores e juristas e, ainda, desencadeou um processo de apuração pela Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão, além de representação de parlamentares ao Ministério Público Federal (MPF).


    Investigação


    A força-tarefa da Operação Lava Jato investiga documentos encontrados na casa de Paulo Vieira de Souza, operador financeiro ligado ao PSDB, em São Paulo, que compõem uma espécie de “diário de prisão”, e cartas enviadas por familiares com menções a nomes cifrados. Os procuradores pediram à Justiça, na última quarta-feira (27), para interrogá-lo sobre os textos, que ainda não tiveram o conteúdo analisado. Eles querem saber quem são as pessoas citadas e o que significam as anotações. Paulo Vieira de Souza foi diretor da Dersa, uma empresa estatal paulista de construção e manutenção de rodovias, de 2005 a 2010, durante os governos de Geraldo Alckmin e José Serra, do PSDB.



  • 28/02/2019


    06.03.2019 14h07m
    Recomendar

    Sobe - Feira de Santana que pela segunda vez consecutiva assume o topo dos municípios com melhor saúde fenanceira do Brasil.

     

    Desce - Baixa adesão popular às audiências públicas para elaboração da Lei de Diretrizes Orçamentárias.


    Conscientização


    “Não é não”. Foi com essas palavras que a vereadora Gerusa Sampaio (DEM) iniciou o seu discurso na sessão ordinária, de ontem (27), na Câmara Municipal de Feira de Santana. A edil teceu elogios ao Coletivo de Mulheres que usa a informação, o empoderamento e tatuagens temporárias como instrumentos contra o assédio no carnaval deste ano. A democrata também ressaltou que o carnaval de 2019 é o primeiro em que atos de importunação sexual serão registrados como crime. Além disso, pediu para que os homens não se utilizassem de momentos de fraqueza para praticarem assédios na festa.


    Pedido à Sesp


    Gilmar Amorim (PSDC) revelou preocupação com o aumento significativo dos casos de dengue no município. O edil solicitou da Secretaria Municipal de Serviços Públicos (Sesp) que realize mutirões de limpezas nas ruas da cidade.


    Luiz sobre ambulantes


    Luiz da Feira (PPL) falou sobre as dificuldades passadas pelos vendedores ambulantes. Segundo ele, aproximadamente 10 mil pessoas vivem do comércio informal em Feira de Santana. Para ele, o número expressivo é um reflexo da situação atual do país, com mais de 12 milhões de desempregados. O parlamentar destacou que apresentou um Projeto de Lei, em 2018, que visa obrigatoriedade das empresas contratadas através de licitação para execução de obras, admitirem no mínimo 30% da mão de obra entre moradores do município. Segundo ele, esse PL, caso aprovado, geraria emprego para os pais e mães de família.


    Crítica


    Zé Filé (PROS) teceu duras críticas à Superintendência Municipal de Trânsito (SMT) por não dar importância aos problemas enfrentados pelos moradores da região norte da cidade. Ele explicou que, em fevereiro de 2018, solicitou a instalação de semáforo no cruzamento das Avenidas Eduardo Fróes da Mota com a Paulo Freire - no bairro Gabriela - mas o superintendente Maurício Carvalho afirmou que não seria possível e tentaria viabilizar alguma solução, o que não ocorreu. O vereador também citou a necessidade de um semáforo na ligação entre a Avenida Eduardo Fróes da Mota com o bairro Nova Esperança.


    Tribuna livre


    Midian Leite dos Santos, que trabalhou durante anos na Fundação de Apoio ao Menor de Feira de Santana (Fazenda do Menor), fez uso da tribuna livre para relembrar as atividades desenvolvidas pela Fazenda do Menor, tais como geração de empregos, educação de milhares de crianças, exportação de materias. Logo após, pediu apoio aos vereadores para a reativação do equipamento. Ela ainda lembrou que a Escola Juíza Lourdes Trindade, que tem 24 anos de existência, poderá ser fechada. Por fim, suplicou ajuda do município e do Estado para o não fechamento do equipamento.


    Repercussão negativa


    Roberto Tourinho (PV) disse que ao fala do líder governista, vereador Marcos Lima (PRP), em relação aos engenheiros e arquitetos da Prefeitura de Feira de Santana repercutiu de forma negativa na cidade. Lima disse que esses profissionais não têm capacidade de trabalharem nas obras de requalificação do Centro Comercial da cidade. Por isso, Tourinho afirmou que recebeu diversas ligações desses profissionais pedindo para que suas capacidades fossem citadas por ele. Para finalizar, Tourinho disse lamentar o entendimento que o Governo Municipal tenha para com seus servidores.


    Aprovação


    A Câmara Municipal de Feira de Santana, na manhã de ontem (27), aprovou, em sessão extraordinária e por maioria dos presentes, o Projeto de Lei Complementar nº 001/19, de autoria do Poder Executivo, que altera a redação do artigo 14 da Lei Complementar nº 11/2002, com redação dada pela Lei Complementar nº 028, de 05 de maio de 2006, que institui o Regime Próprio de Previdência Social do Município de Feira de Santana. Os vereadores Roberto Tourinho (PV) e Zé Filé (PROS) votaram contra a matéria.


    Aprovação I


    A Casa da Cidadania aprovou, em primeira discussão e por unanimidade dos presentes, o Projeto de Lei de nº 005, de autoria do vereador Edvaldo Lima (PP), que declara a Bíblia Sagrada como patrimônio imaterial e cultura no município de Feira de Santana, estado da Bahia.



  • 27/02/2019


    27.02.2019 11h23m
    Recomendar

    Sobe - Mães de autistas em Feira de Santana pela luta incansável na defesa da inclusão que resultou na I turma de ballet para meninas autistas do Brasil.


    Desce - Ministro da Educação por ter utilizado slogan de campanha política em comunicado oficial enviado às escolas.


    Recesso no legislativo


    O presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, vereador José Carneiro Rocha (PSDB), devido às festividades do Carnaval, resolveu estabelecer ponto facultativo na segunda-feira (4 de março) e na quarta-feira (6 de março). Já na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), a assessoria da Casa, informou que ficará em recesso durante todos os dias da festa, retornando aos trabalhos na quinta-feira, da semana que vem, a partir das 13h, mantendo o regime de “turnão”, que segue até a definição da empresa responsável pelo preparo e fornecimento de refeições nos dois restaurantes do Legislativo.


    No Executivo feirense também


    O dia 4 de março, a segunda-feira, de carnaval, véspera de feriado, será ponto facultativo nas repartições públicas municipais em Feira de Santana. Apenas órgãos que prestam serviços essenciais à população ou funcionam em regime de plantão, a exemplo do SAMU, UPAs e policlínicas do município, não terão os serviços interrompidos. O expediente também será alterado no dia 6 de março quarta-feira de cinzas. Os órgãos começam a funcionar a partir das 13h até as 18h. O funcionamento volta à normalidade no dia 7 de março.


    Encontro de Colbert


    O líder governo na Câmara, vereador Marcos Lima (PRP), usou seu tempo na tribuna, na sessão solene de ontem (26), para informar que o prefeito Colbert Martins Filho participa de um encontro com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, hoje (27).


    Eremita sobre educação


    A vereadora Eremita Mota destacou a necessidade de se fazer maiores investimentos em educação para que o Brasil dê às suas crianças melhores condições de vida e mais oportunidade de futuro. Ainda de acordo com o discurso de Eremita, na manhã de ontem (26), na Câmara Municipal, não adianta se ter prédios bonitos se não investir no professor e em sua especialização.


    Reclamação


    Zé Filé (PROS) lamentou o fato de a administração municipal dar início a obras e não concluir as mesmas. Segundo ele, os vereadores deram um “presente ao prefeito”, ao autorizar, no final do ano passado, a contratação de empréstimo no valor de R$ 130 milhões.

     

    Edvaldo favorável


    O ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, encaminhou uma carta assinada para todas as escolas do país, públicas e privadas, recomendando que os alunos cantem o Hino Nacional e que leiam uma carta com slogan da campanha eleitoral de Jair Bolsonaro. Essa notícia foi comemorada pelo vereador Edvaldo Lima (PP). Segundo o edil, o patriotismo deve ser incentivado nos primeiros anos de vida. Ainda ontem, depois de repercusão, o ministro fez uma retificação na carta enviada. Ele excluiu o slogam da campanha, disse que a filmagem só deve ser feita mediante autorização dos pais ou responsáveis, mas manteve a orientação de todas as escolas cantarem o Hino Nacional.


    Convite


    Gerusa Sampaio (DEM) convidou seus pares e a população para o lançamento do projeto de balé para crianças autistas. A iniciativa faz parte do Programa Arte de Viver, da fundação Egberto Costa. O projeto será oficialmente apresentado à comunidade hoje (27), no Centro de Cultura Maestro Miro.


    Cobrança


    Os problemas enfrentados pelos moradores dos conjuntos habitacionais do Programa Minha Casa, Minha Vida foi discutido na Casa da Cidadania pelo vereador Cadmiel Pereira (PSC). O edil cobrou providências à Caixa Econômica Federal no sentido de reparar junto com as construtoras os defeitos nas estruturas dos imóveis.



  • 26/02/2019


    26.02.2019 18h11m
    Recomendar

    Sobe - O prefeito Colbert Martins por ter instituído força tarefa no combate a dengue.


    Desce - O adiamento, mais uma vez, pela empresa, da entrega dos shopping popular aos lojistas.


    Campanha da Fraternidade


    A Campanha da Fraternidade será lançada na quarta-feira de cinzas - 6 de março - com o tema “Fraternidade e Políticas Públicas”. O vereador Roberto Tourinho (PV) registrou na sessão ordinária, de ontem (25), a importância desta ação criada pela Igreja Católica em 1961. Segundo Tourinho, a Campanha da Fraternidade sempre discute importantes temas da sociedade, levantando bandeiras pela valorização da vida, meio ambiente, entre outros.


    Parabenização


    Cadmiel Pereira (PSC) parabenizou o sanfoneiro André Galdino dos Santos, o Baio do Acordeon, que completa 75 anos, no próximo dia 28. Para o edil, o sanfoneiro mereceu o registro pela sua devoção à cultura sertaneja, de raiz.


    Repúdio


    Luiz da Feira (PPL) repudiou a atitude dos fiscais da Secretaria de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico. O edil contou um pouco sobre a sua trajetória de camelô e afirmou não esquecer as suas origens. Além disso, concordou com o fato de o Centro Comercial precisa de uma revitalização.


    Agentes de endemias


    A importância dos agentes de endemias também foi tema do pronunciamento de Tourinho (PV). Segundo ele, estes profissionais são pessoas que brigam por reconhecimento de direitos da categoria e melhorias de trabalho.


    Previsão


    O vice-presidente general Hamilton Mourão (PRTB) afirmou à colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, que “tudo o que está acontecendo agora” com a Venezuela, “eu escrevi [fazendo previsões] quando estava lá”. Mourão foi incorporado militar da embaixada brasileira no país de 2002 a 2004, no primeiro governo do ex-presidente Lula (PT). Nesta condição, ia a protestos, contra e a favor do então presidente Hugo Chávez.


    Candidaturas ‘laranja’


    O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, afirmou, ontem (25), em entrevista à rádio Jovem Pan, que todas as denúncias sobre uso de candidaturas laranja pelo PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, “têm que ser devidamente apuradas”.


    Evangélicos sobre homofobia


    Para evitar confrontos durante a tramitação da reforma da Previdência, o Planalto avisou a bancada evangélica: não será obstáculo à reação ao julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) que deve criminalizar a homofobia. De acordo com a Coluna do Estadão de ontem (25), os evangélicos ensaiam apresentar projeto especificando o que seria passível de punição. Há consenso de que agressões, físicas ou verbais, não serão toleradas. A publicação afirma que a bancada quer “preservar a liberdade religiosa de se negar a realizar uniões homoafetivas” e continuar pregando que relação entre pessoas do mesmo sexo é pecado.


    Conselho de ética


    A revelação de uma série de candidaturas de laranjas bancadas com dinheiro público pelo PSL estimulou a ala do partido que trabalha para formular um estatuto e definir novas regras para a convivência na sigla. A Folha de S. Paulo afirma que o novo manual está na terceira versão e foi apresentado a cerca de dois terços da bancada. Entre as inovações, está a criação de um conselho de ética. Segundo a publicação, ideólogos do estatuto querem que o texto estabeleça critérios de apuração e punições a eventuais malfeitos de membros da sigla.



  • 23/02/2019


    25.02.2019 09h29m
    Recomendar

    Sobe - Secretaria de Desenvolvimento social por através de programa social, fortalecer os vínculos entre moradores do Minha Casa, Minha Vida.


    Desce - O desinteresse da classe artística de Feira de Santana pelo Conselho de Cultura da Cidade.


    Atendimento cancelado


    O TRE-BA informou, através das redes sociais, que o Centro de Atendimento ao Público de Feira de Santana estará fechado nos dias 25 e 26 de fevereiro (segunda e terça). O motivo é uma manutenção que estará ocorrendo no prédios nesses dias. Com isso, os atendimentos biométricos não serão realizados. O retorno será no dia 27, quarta-feira.


    Panfletos em eleição


    Envolvido em denúncias sobre possíveis candidaturas laranjas, o partido do presidente Jair Bolsonaro, PSL, teve duas candidatas que adquiriram, a menos de 48 horas da eleição, mais de 10 milhões de santinhos, folders e praguinhas. A informação é do jornal O Globo. A sigla destinou, a poucos dias do primeiro turno, R$ 268 mil para duas candidatas a deputada estadual no Ceará e em Pernambuco. As campanha das candidatas Gislani Maia e Mariana Nunes gastaram praticamente todo o valor recebido em gráficas entre os dias 5 e 6 de outubro.


    Novo comando


    A prefeitura de Salvador divulgou, na última quinta-feira (21), que o novo titular da Superintendência de Obras Públicas do Salvador (Sucop) é o engenheiro Jessé Motta Carvalho Filho. Ele iniciou a vida profissional trabalhando na Barragem de Pedra do Cavalo, depois foi durante 12 anos diretor da Embasa, passando pelos setores da Engenharia e Operação, onde contribuiu com a implantação do Bahia Azul.


    Cargos no governo


    A ex-deputada Tia Eron (PRB-BA) engrossa uma lista de 11 políticos que, embora derrotados nas eleições de 2018, conseguiram cargos no governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) até esta semana, segundo reportagem do jornal O Globo. De acordo com a publicação, além da parlamentar baiana, desembarcam em Brasília três ex-deputados vinculados ao PSL e três quadros do PSDB. Há também candidatos derrotados ligados ao PR, Podemos e MDB, além de uma ex-deputada do PTB.


    Afirmação de Alckmin


    O presidente nacional do PSDB, o ex-governador Geraldo Alckmin, reconheceu que o atual estatuto da legenda está “defasado” e admite que partido nunca teve um código de ética. Em entrevista ao Estado, o tucano afirma que irão “fazer uma profunda mudança no estatuto e aprovar o 1° código de ética do PSDB”.


    Buscas da PF


    O senador Ciro Nogueira (PP-PI) é alvo de operação deflagrada pela Polícia Federal (PF) na manhã de ontem (22). A ação é decorrente de inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF). Os policiais cumprem mandados de busca em endereços do senador. A operação, batizada de “Compensação”, foi autorizada pela ministra Rosa Weber. A polícia apura supostos crimes de corrupção passiva e de lavagem de dinheiro.


    Admitiu depósitos


    Primeiro a depor no caso das movimentações suspeitas entre funcionários do gabinete de Flávio Bolsonaro (PSL), Agostinho Moraes da Silva admitiu ao Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) que depositava, todos os meses, cerca de dois terços de seu salário na conta de Fabrício Queiroz, ex-assessor do parlamentar. A informação é do Estado de S. Paulo.


    Disputa


    Em seu primeiro mandato como deputado federal, o tucano Adolfo Viana pretende disputar a presidência do PSDB na Bahia e substituir o atual mandatário, João Gualberto, que o apoiou nas eleições de outubro. O ex-deputado estadual teve 102.603 votos no pleito.



  • 22/02/2019


    25.02.2019 09h24m
    Recomendar

    Sobe - A solidariedade do povo brasileiro com mãe e filha que sofreram tortura durante 8 anos.


    Desce - A Embasa pela constância no interrompimento de água causando transtorno aos consumidores.


    Bolsonaro sobre Previdência


    Em um pronunciamento na última quarta-feira (20), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que a reforma da Previdência Social é fundamental para o sistema não quebrar. Ele disse também que a mudança será “justa” e “para todos”. Na quarta, Bolsonaro entregou ao Congresso Nacional a proposta de emenda à Constituição (PEC) que trata das mudanças no sistema previdenciário.


    Insatisfação negada


    O ex-deputado federal e suplente do senador Jaques Wagner (PT), Bebeto Galvão (PSB), negou que esteja insatisfeito com a indicação do governador Rui Costa (PT) para que ele seja o representante da Bahia em Brasília.


    Áudios revelados


    Áudio revelados pelo jornal O Globo mostram uma conversa telefônica na qual o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), assegura ao presidente Jair Bolsonaro (POSL) que buscaria uma espécie de armistício com o ex-ministro da Secretaria-Geral da Presidência Gustavo Bebianno a fim de poupar o chefe de mais desgastes.


    Defesa


    O vereador Edvaldo Brito (PSD) defendeu a convocação de qualquer secretário municipal para prestar esclarecimento à Câmara Municipal de Salvador. A declaração aconteceu após a convocação do secretário de Trabalho, Esportes e Lazer da prefeitura, Alberto Pimentel, para esclarecer denúncias sobre a nomeação de um policial acusado de agredir a mulher.


    Pedido rejeitado


    O ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Edson Fachin, rejeitou mais um pedido de liberdade apresentado pela defesa do ex-presidente Lula (PT). Desta vez, o argumento da defesa era de nulidades no processo. Os advogados do petista argumentavam que o relator da Lava Jato no Superior Tribunal de Justiça, Félix Fischer, não poderia ter negado em decisão individual o recurso de Lula para tentar reverter a condenação do caso triplex. Para os advogados, o recurso deveria ser julgado pelo colegiado.


    Novo líder na CMS


    O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), anunciou na manhã de ontem (21), o vereador Paulo Magalhães Júnior (PV) como novo líder do governo na Casa. O anúncio foi feito durante inauguração da Unidade Básica de Saúde Orlando Imbassahy, no Bairro da Paz. O nome de Magalhães era o mais cotado para assumir o cargo, que era ocupado por Henrique Carballal, também do PV. Vereador de cinco mandatos, o edil afirmou que usará sua experiência para unificar o parlamento e cada embate será feito de forma respeitosa e democrática.


    Lamento de Rui


    O governador Rui Costa (PT) lamentou ontem (21), o atual cenário político do país em que, segundo ele, vive-se uma nova crise a cada dia. Segundo o governador, o Brasil está sem rumo e com uma crise nova a cada dia. Embora não mencione nenhum episódio em específico, o posicionamento do chefe do Palácio de Ondina ocorre em meio a um processo de desgaste que atinge os primeiros 45 dias do governo Jair Bolsonaro - imbróglio acentuado na esteira da demissão de Gustavo Bebianno da Secretaria-Geral da Presidência.


    Criminalização da homofobia


    O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), votou na última quarta (20), para enquadrar a homofobia e a transfobia como crime de racismo até que o Congresso Nacional aprove uma legislação específica para o tema. Segundo o G1, na prática, o magistrado recomendou aos colegas de tribunal a criminalização do preconceito e da discriminação contra a comunidade LGBTI.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia