PMFS
Em cima da hora:
UPE abre inscrições para cursos de idiomas e informática nesta segunda
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • 29/04/2017


    02.05.2017 09h56m
    Recomendar

    Sobe - Manifestação em Feira de Santana por ser uma das maiores da história na cidade.


    Desce - Michel Temer por ter alto índice de rejeição popular.

     

    Homenageado


    A mais alta honraria da Assembleia Legislativa da Bahia, a Comenda 2 de Julho, foi concedida ao secretário de Meio Ambiente de Feira de Santana e ex-deputado federal, Sérgio Barradas Carneiro, na tarde da quinta-feira (27/4), em razão do seu trabalho desenvolvido ao longo de sua trajetória política. A honraria é concedida a pessoas que contribuíram para o desenvolvimento político e administrativo do Estado e do país. Após a sessão, Sérgio lançou o livro "A Bahia na Vanguarda do Direito das Famílias". A homenagem foi uma proposta do deputado estadual Carlos Geilson (PSDB), que é conterrâneo de Sérgio, ambos nascidos em Feira de Santana.

     

    Proibidos de viajar


    Assim como fez nesta semana, quando a Câmara aprovou a reforma trabalhista, o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), vai proibir viagens oficiais de deputados no período em que há previsão de votação da reforma da Previdência, de acordo com informações da coluna Painel, do jornal Folha de São Paulo. Ainda segundo a publicação, a manobra é para evitar que possíveis deputados infiéis se "escondam" em outros países. Aliados com viagens marcadas estão sendo orientados a remarcar compromissos.

     

    Desemprego cresce


    A taxa de desocupação no país continua em alta e o país tem agora 14,2 milhões de desempregados no trimestre encerrado em março, número 14,9% superior ao trimestre imediatamente anterior (outubro, novembro e dezembro de 2016) - o equivalente a 1,8 milhão de pessoas a mais desocupadas. Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgada hoje, no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) com os resultados do primeiro trimestre. No trimestre encerrado em fevereiro, o Brasil tinha 13 milhões de desempregados.

     

    Quer deixar relatoria


    Relator da reforma da Previdência, o deputado federal Arthur Maia (PPS) teria ameaçado deixar a relatoria do projeto diante de dificuldades enfrentadas. Segundo a coluna Radar, da revista Veja, o parlamentar teria dito a pessoas próximas que entregou a Michel Temer (PMDB) um rosário de queixas sobre seus pares no Congresso e sobre a própria condução do Palácio do Planalto.

     

    Levou propina em 1987


    O executivo João Pacífico, um dos delatores da Odebrecht, apontou propina ao ex-ministro Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo) sobre um contrato de 1987 para obras do Transporte Moderno de Salvador (TMS). Segundo o delator, foram pagos R$ 3,6 milhões entre 2007 e 2010, período em que Geddel (PMDB) foi ministro da Integração Nacional de Lula. Pacífico relatou que, em 1987, a Construtora Norberto Odebrecht firmou com a Superintendência de Urbanização da Capital (Surcap), atual Superintendência de Conservação e Obras Públicas (Sucop), autarquia vinculada à prefeitura de Salvador, contrato para o TMS.

     

    Acordo fracassou


    Após anunciar um acordo para oferecer transporte via taxis e Uber grátis para evitar que os servidores públicos de São Paulo faltassem ao trabalho ontem (28) - dia marcado para a greve geral contra as reformas trabalhista e da Previdência -, o prefeito João Doria teve seus planos fracassados. Segundo informações da Folha de S. Paulo, as empresas que firmaram o acordo com o gestor municipal na quarta (26), recuaram. Ainda de acordo com a publicação, a assessoria de imprensa da prefeitura disse que "não foi possível obter a gratuidade", mas que, a pedido de Doria, as empresas se propuseram a oferecer desconto nas corridas para todos os usuários e não só os seguidores. Apesar disto, os assessores não informaram se Doria mantém a promessa de cortar o ponto dos trabalhadores que faltarem ao serviço. 



  • 28/04/2017


    02.05.2017 09h54m
    Recomendar

    Sobe - A democracia brasileira por permitir a livre manifestação


    Desce - Falta de comando na Uefs ao deixar o lixo tomar conta do campus


    Lula presidente


    O ex-presidente Lula confirmou sua candidatura em 2018, na noite da quarta (26), em entrevista exclusiva ao jornalista Kennedy Alencar, do SBT. 'Eu agora quero ser candidato. As pessoas sabem que eu sei, sabem que eu já fiz e sabem que eu posso consertar esse país', afirmou. Lula também falou sobre a expectativa para seu depoimento ao juiz Sérgio Moro, marcado para o dia 10 de maio. Durante a semana, Moro afirmou que pode rever a decisão de exigir a presença do ex-presidente nas audiências das 87 testemunhas do processo em que ele é réu. 'Se for necessário, eu mudo para Curitiba e fico lá o tempo necessário para esperar o julgamento", disse Lula.


    Neto enfrenta manifestação


    O prefeito ACM Neto (DEM) esteve, na quinta (27), na cidade de Vitória da Conquista, principal cidade do sudoeste baiano, para um encontro do Ministério da Educação, através do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão comandado por Sílvio Pinheiro, seu ex-secretário. No entanto, a primeira tentativa de exposição no interior não saiu como o esperado. Virtual candidato ao governo da Bahia em 2018, o democrata foi cercado, ainda dentro da van, por manifestantes contrários às reformas propostas pelo governo do presidente Michel Temer (PMDB), de quem Neto é aliado.


    Reforma da previdência


    A votação do parecer da Reforma da Previdência na comissão especial que discute o assunto na Câmara foi adiada para a próxima quarta-feira, dia 3 de maio. Inicialmente, a votação estava prevista para o dia 2 de maio, mas a última reunião da comissão para debater o texto que ocorreria ontem (27), foi transferida para o dia 2. A previsão de leitura do relatório no plenário da Câmara fica mantida para o dia 8 de maio, de acordo com o presidente da comissão especial, deputado Carlos Marun (PMDB-MS).


    Pane no avião


    Na noite da quarta (26), o avião que transportava o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, para Curitiba, teve um problema técnico e precisou retornar ao Rio de Janeiro. Cabral e a mulher dele, Adriana Ancelmo, têm depoimento marcado amanhã com o juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal do Paraná, no processo sobre desvios no Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj). O ex-governador estava em um avião da Polícia Federal, que ainda não informou qual o problema verificado na aeronave.


    FHC sim, Temer, não!


    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) fez na quarta (26), um aceno público em direção à abertura de diálogo com Fernando Henrique Cardoso (PSDB), seu antecessor no Palácio do Planalto. "Eu fiquei muito agradecido quando ele foi me visitar no hospital, foi visitar a dona Marisa, e acho que há um espaço para conversar sobre reforma política e também discutir sobre economia, não tem problema", afirmou em entrevista ao SBT. Lula refutou, no entanto, a possibilidade de aproximação com o presidente Michel Temer (PMDB). Disse que, "sinceramente", não tenho interesse em conversar com ele.


    Cortará o ponto


    No dia em que serão realizados protestos contra as reformas governistas, o presidente Michel Temer cortará o ponto de servidores públicos que faltarem ao trabalho para aderir à greve geral marcada para hoje. Para adotar a medida, a atual administração tem se baseado em decisão de outubro do STF (Supremo Tribunal Federal), a qual estabeleceu que o poder público deve cortar os salários de servidores em paralisação.


    Greve


    Os trabalhadores dos Correios entraram em greve por tempo indeterminado na quarta (26) a partir das 22h. As ameaças de privatização e demissões, o fechamento de agências e o "desmonte fiscal" da empresa, com diminuição do lucro devido a repasses ao governo e patrocínios, são os principais motivos para a mobilização, segundo a Fentect (Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares). As informações são da Agência Brasil. A estatal afirma que teve prejuízos de R$ 2,1 bilhões em 2015 e R$ 2 bilhões no ano passado. 



  • 27/04/2017


    27.04.2017 09h21m
    Recomendar

    Sobe - O esforço das polícias na investigação que terminou na triste constatação de que a garotinha de 7 anos foi, de fato, assassinada

     

    Desce - O STF por autorizar universidades públicas a cobrarem por pós-graduação

     

    Primeiro projeto

     

    Emocionado, o vereador João Bililiu comemorou o seu primeiro projeto na Casa da Cidadania, que institui a semana de conscientização e prevenção da violência contra a mulher. Bililiu afirmou estar muito preocupado com os crescentes dados de violência e que visitou alguns órgãos e instituições que fazem trabalhos em defesa à mulher, inclusive a DEAM, onde fez alguns levantamentos. "Sei que não vou acabar com este câncer, esta mazela da sociedade machista, mas vamos lutar para tentar reverter ao máximo esta situação", disse.

     

    Paredões

     

    Sobre o projeto de lei apresentado pelo vereador Roberto Tourinho, que proíbe os paredões de som em Feira de Santana, o edil Isaías de Diogo afirmou que irá apresentar uma emenda, para que os proprietários dos sons possam utilizá-los no Parque de Exposição da cidade. "Não faz sentido essa proibição, já que querem proibir os sons altos, vão ter que proibir também os trios elétricos na micareta", finalizou.

     

    Greve Geral

     

    O vereador Alberto Nery lamentou a tramitação do projeto da reforma trabalhista, que segundo ele, propõe o aumento da carga horária de trabalho. "Conclamo a classe trabalhadora para reivindicar na próxima sexta junto conosco, num evento que vai acontecer no país inteiro, e Feira de Santana não vai ficar de fora", disse.

     

    Ponto cortado

     

    Nery ainda afirmou que recebeu uma ligação da presidente da APLB Feira de Santana, Marlede Oliveira na manhã de ontem (26), onde foi avisado por ela que os dias em que os professores ficaram em greve foram cortados dos vencimentos, o que não deveria ser feito conforme acordo firmado com a prefeitura.

     

    Ponto cortado I

     

    O líder do governo, José Carneiro disse que o acordo do governo municipal com os professores foi cumprido. "Os primeiros 10 dias de greve, assim como foi acordado, não foram descontados, porém a greve não chegou ao fim e os dias excedentes, cinco, foram cortados. Com certeza se estas aulas forem repostas, o valor será devolvido", garantiu.

     

    Duplicação e passeios

     

    O vereador Edvaldo Lima (PP) informou que deu entrada em indicações que solicitam do Governo do Município a duplicação da Avenida Artêmia Pires, localizada no bairro Sim, e a construção de passeios nas Ruas Senador Quintino e Araújo Pinho. O edil acredita que, com a duplicação da referida avenida, a situação do trânsito melhorará, pois, segundo ele, é grande o fluxo de veículos, principalmente nos horários de pico, por conta dos inúmeros conjuntos habitacionais, que foram e vem sendo construídos.

     

    Energia para Jaíba

     

    Mais um pedido de rede de extensão de baixa energia é realizado pelo vereador Lulinha (DEM) à Coelba. Desta vez através de requerimento que foi votado e aprovado por unanimidade, na manhã de ontem (26), na Câmara Municipal de Feira de Santana. O pedido é feito para a comunidade de Lagoa de Santa Rita ,que fica na Rua Ozenita, no Papagaio, distrito de Jaíba. Segundo o requerimento, a promoção de benefícios para a comunidade local acarretará em melhorias para a iluminação da região.

     

    Esgotamento no Viveiros

     

    A vereadora Gerusa Sampaio (DEM) é autoria de dois requerimentos que foram aprovados por unanimidade, na manhã de ontem (26), na Câmara Municipal de Feira de Santana. Os dois requerimentos, de números 106 e 107, solicitam da Embasa a implantação de rede de esgotamento sanitário. O primeiro para a Rua Pedestre 32, no bairro Viveiros. O segundo para a Rua Pedestre 56, no mesmo bairro. "Vale ressaltar que em decorrência da ausência de esgotamento sanitário vem sendo diagnosticado no Sistema Único de Saúde (SUS) surgimento de verminoses, bem como insuficiência respiratória em moradores da comunidade", justificou.



  • 26/04/2017


    27.04.2017 09h11m
    Recomendar

    Sobe - A Uefs, que através de programa de aprendizagem, oferece cursos de linguas estrageiras a portadores de Sindrome de Down.


    Desce - Operadoras de telefonia celular que mesmo sendo punidas continuam prestando serviços insatisatórios.


    Regionalização


    Em seu discurso na manhã de ontem, o vereador Marcos Lima defendeu e parabenizou o seu partido PRP, por não estar envolvido nos escândalos do lava jato e confirmou que a sigla passará por uma regionalização na Bahia, decisão que foi tomada depois de uma reunião com Alexandre Marques, presidente no estado. "O PRP não faz parte da corrupção Investigada pela lava jato, a expansão que o partido vem adquirindo, a possibilidade da fragmentação do PRP por regiões na Bahia e caso isso ocorra possivelmente assumirei uma parte significativa, entre outros pontos que tivemos a oportunidade de discutir", disse.


    Altas taxas


    O vereador João Bililiu reclamou na tribuna, na sessão de ontem (25), dos valores das multas que são aplicadas nas blitz de moto e carro em Feira de Santana. Segundo o edil, a polícia apenas apreende os veículos, porém não revista os condutores como deveria, deixando assim escapar possíveis criminosos. Bililiu ainda afirmou que tentará marcar uma audiência com o Coronel Adelmário Xavier para tratar o assunto.


    Altas taxas II


    Já Zé Filé também reclamou das altas taxas, desta vez das cobradas pelos guinchos. O vereador destacou que os preços são altos por parte das esferas estadual e municipal e disse que recentemente precisou do serviço e pagou cerca de R$ 120,00 para guinchar o seu veículo da Getúlio até a Santa Mônica. O líder do governo, Zé Carneiro saiu em defesa do município e disse que o estado cobra muito mais caro pelo serviço. Ainda em aparte, Edvaldo lima afirmou que foi criada uma indústria da multa nos três poderes e lamentou. "Não estou defendendo o governo do estado, eu sou o povo, e o povo está sendo roubado", finalizou Filé.


    Educação é prioridade


    O vereador Cadmiel Pereira (PSC) ocupou a tribuna para destacar os investimentos do Governo Municipal na área da educação. "Temos visto que os investimentos em áreas estratégicas de políticas públicas é que mais traz o bom resultado para uma sociedade", disse, afirmando que no município de Feira de Santana, o prefeito José Ronaldo de Carvalho (DEM) tem investido em educação muito mais do que a lei exige. Cadmiel destacou a inauguração da Escola Municipal Antônio Antunes dos Santos, ocorrida ontem, no povoado de Terra Dura, e salientou que educação é prioridade para qualquer sociedade.


    Deputado cobra viaduto


    O deputado Zé Neto (PT) afirmou através de suas redes sociais que irá à Brasília, para cobrar mais uma vez o início das obras do viaduto que ligará o bairro Viveiros ao Feira X. "Vamos continuar cobrando tanto da ANTT quanto da ViaBahia. Já fizemos audiências públicas, já trouxemos aqui o presidente nacional da ANTT, Luiz Fernando Castilho, que esteve pessoalmente no Viveiros comigo e com representantes da comunidade, e agora vamos tentar ao máximo uma solução que possa viabilizar imediatamente o começo das obras. Já estou marcando novamente uma ida à ANTT, em Brasília, para fazer essas reclamações e continuar cobrando da ViaBahia", concluiu.


    Paredões


    O vereador Roberto Tourinho falou sobre o seu projeto de lei que pretende proibir os chamados "paredões" de som em Feira de Santana. Tourinho agradeceu a toda a imprensa pela grande repercussão e afirmou que também recebeu o apoio das companhias de polícia de Feira. "No projeto a proibição se estende para postos de combustível, de lavagem, espaços privados de livre acesso, locais de eventos e outros. Para que o paredão possa acontecer, o interessado deve encaminhar um requerimento à Secretaria de Meio Ambiente, que por sua vez deve fazer uma perícia e dar a garantia de que o local é adequado para realização da atividade", explicou.


    Biometria


    O líder do governo, Zé Carneiro falou sobre o processo de cadastramento da biometria dos eleitores de Feira de Santana para as próximas eleições. Segundo Carneiro, a grande procura pelo serviço tem causado grandes filas no cartório eleitoral. "No próximo dia 5, às 10H, acontecerá uma reunião do prefeito José Ronaldo com o desembargador do TER para assinar um termo de parceria, que vai atender a esta grande demanda", confirmou. 



  • 25/04/2017


    27.04.2017 09h08m
    Recomendar

    Sobe - A união dos trabalhadores que fizeram o governo Temer rever pontos da reforma da previdência


    Desce - O jogo baleia azul por espalhar terror, medo e morte entre jovens e adolescentes brasileiros


    Bairro isolado


    Um grupo de moradores do bairro Viveiros esteve presente na sessão de ontem (24), para cobrar melhorias para a comunidade, e já em seu discurso, o vereador Isaias de Diogo cobrou mais uma vez a construção do viaduto que ligará o Viveiros ao Feira X. "Então, Viabahia, nós queremos dizer aqui: o pessoal do Viveiros e o pessoal do Feira X não são pessoas esquecidas não, são pessoas que pagam os seus impostos e querem só uma coisa: o seu direito de ir e vir", desabafou.


    Bairro isolado II


    A construção do túnel entre o Viveiros e o Feira X também foi o tema debatido pelo líder do governo na Câmara Municipal, na manhã de ontem (24). O edil sugeriu que os problemas que apareceram só serão resolvidos com a união de forças. Carneiro ainda creditou os avanços da construção do equipamento no Viveiros aos deputados Carlos Geilson e Zé Neto. "E essa luta começou com facções partidárias, com pessoas ligadas ao deputado Carlos Geilson defendendo uma tese e pessoas ligadas ao deputado Zé Neto também defendendo uma tese. Com o decorrer do tempo, os dois se uniram, veio o amadurecimento, a discussão avançou, os caminhos a serem percorridos foram diminuindo a cada dia e projetos e discussões foram ampliados", disse.


    Viagem de Geilson


    O vereador Zé Filé, em resposta à notícia publicada pelo jornal Folha do Estado, de que o deputado Carlos Geilson esteve em Brasília, para cobrar a execução da obra no bairro Viveiros, afirmou que "é fácil fazer uma viagem e chegar aqui contando vantagem, mas difícil é falar a realidade. O povo não está atrás de palavra bonita não", disse. Filé ainda sugeriu que os próprios vereadores fossem até a Brasília cobrar os direitos do povo, com dinheiro do próprio bolso. Edvaldo Lima em aparte afirmou que é um dever da Casa arcar com as despesas de viagens do tipo para vereadores e que não seria justo pagar com recursos próprios. Em defesa de Geilson, Tom disse que "o deputado foi para Brasília trabalhar pelo povo e não brincar, vários deputados passaram pela Câmara e nada fizeram", completou.


    Desemprego


    Durante pronunciamento, na sessão ordinária desta segunda-feira (24), na Câmara de Vereadores de Feira de Santana, o vereador Edvaldo Lima (PP) tratou do grande número de desempregados no país e culpou o Governo Federal pela situação."Quantas pessoas perderam seus empregos? O Governo Federal insiste em dizer que o país se encontra equilibrado, mas não é isso que os números das pesquisas mostram. Em Feira de Santana, só este mês foram mais de 1200 pessoas desempregadas", afirmou.


    Perigo dos paredões


    O vereador Roberto Tourinho, em seu discurso, alertou sobre os perigos das festas que utilizam "paredões" como atrativos, e citou crimes resultantes desta prática. Tourinho lembrou que quando estava à frente da SEMAMM, a apreensão de paredões era sempre alvo das fiscalizações. "Paredão era troféu e as multas variavam entre R$ 500 e R$ 5 mil. Saíamos na madrugada para fazer as apreensões, pois tínhamos consciência de que muitos atos de violência eram praticados nestes eventos".


    SMT


    O vereador Marcos Lima parabenizou o superintende Municipal de Trânsito (SMT) Maurício Carvalho por ter realizado algumas mudanças na secretaria e já comemorou os futuros resultados. "A SMT nos traz uma boa notícia quando permite a retirada de veículos apreendidos no mesmo dia, após o pagamento das taxas devidas. Antes, essa retirada só acontecia depois de 24 horas. Parabenizo o superintendente pela mudança, isso é forma de gestão", finalizou.


    Defendeu deputado


    O discurso do vereador Isaias de Diogo na manhã de ontem (20), foi em defesa do deputado Irmão Lázaro (PSC). Segundo Isaias, existe uma lista circulando pela internet, afirmando que o deputado seria contrário ao trabalhador. "Quero dizer a todos que ele não votou favorável a estas PECs e ainda tenho em mãos listas que busquei na internet e confirmam meu discurso. Reafirmo que o deputado Lázaro não é contra o trabalhador. Ele tem responsabilidade e respeito ao trabalhador brasileiro, reconhecendo que eles são dignos de terem aposentadoria, bem como todos os direitos", finalizou. 



  • 22/04/2017


    24.04.2017 16h15m
    Recomendar

    Sobe - O nível da delação premiada da Lava-jato, que proporciona a oportunidade de limpar o Brasil.


    Desce - O presidente Temer por continuar protegendo Eliseu Padilha e Moreira Franco.


    Justificativa


    Quando fizeram questionamentos pela não contratação do "pop star" Igor Kannário, o protegido de ACM Neto, o secretário de cultura Edson Borges justificou: "É que em Feira existe uma lei anti-baixaria". Robyssão passou no teste! Lá Fúria está de stand by.


    Prestígio


    O ex-vereador Fábio Lucena, por indicação do secretário de desenvolvimento urbano da Bahia Fernando Torres assume a chefia de gabinete do órgão comandado por Torres depois que o anterior fio exonerado por insurreição. Outro nome de Feira de Santana com destaque na secretaria foi a nomeação do jornalista Fabrício Almeida no cargo de assessor especial da secretaria. As nomeações dão a dimensão exata da força e do prestígio de Fernando Torres.


    Problema


    O vereador Lulinha está às voltas com um problema sério no bairro da Conceição que se refere a uma área de terra na localidade. Lulinha alega que comprou o terreno de Boca, a real proprietária alega que nunca esteve com ele para tratar de vendas, Lulinha se defende dizendo que comprou de um vizinho. A proprietária diz que nunca houve oferta de venda por ela. O caso já está na polícia com queixa de ambas as partes. Isso vai render!


    Festa


    A grade de atrações da micareta foi informada na última quinta (20), pelo prefeito José Ronaldo de Carvalho para a imprensa e os foliões de Feira de Santana. O evento que terá início oficialmente em 18 de maio, espera agora o início da montagem do circuito da festa, responsabilidade da prefeitura e dos responsáveis pelos camarotes, quase todas as secretarias do município estarão envolvidas.


    Palocci ensaia delação


    Ainda em sua audiência, na quinta-feira (20), com o Juiz Sérgio Moro, no Paraná, o ex-ministro Antônio Palocci conseguiu dar uma enquadrada que acendeu o sinal de alerta de petista e aliados. Palocci sinalizou uma possível delação premiada. O político afirmou que possui informações que daria "mais de um ano de trabalho" a Moro. O assunto só tende a esquentar.


    Menos vagas de emprego


    O país perdeu 63.624 vagas de emprego formal em março, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados dia (20), pelo Ministério do Trabalho. No mesmo mês do ano passado, a retração foi de 118 mil postos de trabalho. Em fevereiro, o resultado havia sido positivo, com a criação de 35.612 vagas formais, o que levou o presidente Michel Temer a comemorar a retomada da criação de empregos depois de 22 meses seguidos de queda.


    Nomeado para o TSE


    O presidente Michel Temer nomeou na quinta-feira (20), o jurista Tarcísio Vieira de Carvalho para ocupar a cadeira de ministro titular no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A nomeação de Tarcísio Vieira foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira. Ele vai ocupar a vaga deixada por Luciana Lóssio, cujo segundo biênio como titular da Corte se encerra no dia 5 de maio. O nome de Vieira constava de uma lista tríplice feita pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e enviada a Temer. A lista também incluia os advogados Sérgio Silveira Banhos e Carlos Bastide Horbach.



  • 21/04/2017


    24.04.2017 16h10m
    Recomendar

    Sobe - Interesse de ambientalistas e municípios em revitalizarem o lago Pedra do Cavalo


    Desce - Brasil por fechar 63 mil vagas formais de emprego em março


    Ronaldo 2018


    As delações dos executivos da Odebrecht, liberadas pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin, que envolvem muitos baianos, com certeza poderão alterar o cenário político das eleições de 2018. Nas hostes oposicionistas já se fala no nome do prefeito José Ronaldo (DEM) candidato a governador. Ileso ao processo de delação, está no quarto mandato de prefeito de Feira de Santana e no quinto sob sua benção. As informações são do site Bahia na Política.


    Demissão


    O presidente dos Correios, Guilherme Campos, afirmou nesta quinta-feira (20), que a demissão de servidores concursados está na pauta e vem sendo estudada. Segundo o presidente da estatal, os Correios não têm condições de continuar arcando com sua atual folha de pagamento e contratou um estudo para calcular quantos servidores teriam que ser demitidos para que o gasto com a folha fosse ajustado. “Temos um estudo encomendado e a possibilidade de demissão motivada ainda está na pauta. A empresa não tem condições de arcar com a sua folha de pagamento”, disse Campos.


    ACM X Wagner


    Questionado sobre uma suposta declaração do ex-governador Jaques Wagner (PT) de que o prefeito ACM Neto (DEM) era o maior prejudicado pelas delações da Odebrecht, por conta de seus planos para 2018, o democrata disse que Wagner “é acusado de corrupção. Eu, não”. “Qual a moral que ele tem? Não tenho nada a ver com corrupção ou com Lava Jato. O PT é que tem e pode tratar desse assunto”, disparou, após participar do Workshop Cidade Resiliente, na Casa do Comércio, na manhã da quinta-feira (20). Neto disse ainda que “o PT é o partido mais corrupto do Brasil”, reiterando que não tem “nada a ver com a Lava Jato e estou absolutamente tranquilo”.


    Os 12 de Feira


    A eleição de deputado estadual, que acontece em outubro de 2018, em Feira de Santana promete. É que a concorrência a cada dia se amplia e nomes competitivos vêm surgindo. De acordo com o site Bahia na Política, há 12 nomes de candidatos a deputados. Os que vão em busca da reeleição: Zé Neto (PT), Carlos Geilson (PSDB), Targino Machado (PPS), José de Arimatéia (PRB) e Ângelo Almeida (PSB). Também desejam uma cadeira na ALBA, Fernando Torres (PSD), Irmão Lázaro (PSC), Tarcízio Pimenta (Sem partido), Jhonatas Monteiro (PSOL), Lulinha da Conceição (DEM), Gerusa Sampaio (DEM) e Alberto Nery (PT).


    Plenário vazio


    Com o plenário praticamente vazio, o deputado Arthur Maia (PPS-BA) concluiu a apresentação do relatório final da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/16, iniciado na manhã da quarta-feira (19). Maia, que é o relator do projeto na comissão especial que trata da reforma da Previdência, chegou a recomeçar a leitura do parecer, mas houve acordo para que o relatório fosse dado como lido. Como já estava previsto, foi concedida vista coletiva a pedido de vários deputados. Com isso, a discussão da proposta será feita na terça e quarta-feira da próxima semana, conforme anunciado pelo presidente da comissão especial, deputado Carlos Marun (PMDB).


    Cai rejeição a Lula


    Pesquisa inédita do Ibope mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) voltou a ser o presidenciável com maior potencial de voto entre nove nomes testados pelo instituto. Pela primeira vez desde 2015, os eleitores que dizem que votariam nele com certeza (30%) ou que poderiam votar (17%) se equivalem aos que não votariam de jeito nenhum (51%), considerada a margem de erro. Desde o impeachment de Dilma Rousseff, há um ano, a rejeição a Lula caiu 14 pontos.


    Vigor


    Ao discursar ontem (20), no Itamaraty, nas comemorações do Dia do Diplomata, o presidente Michel Temer lembrou aos formandos do curso do Instituto Rio Branco que caberá a eles mostrar ao mundo que o Brasil é um país de oportunidades e de “renovado vigor”. No pronunciamento, Temer criticou a forma como a imagem do Brasil é difundida em outros países. Segundo o presidente, “dados, fatos e informações” levados ao exterior dão a impressão de que o Brasil é um “país seco” que não respeita a Constituição, o que acaba por reforçar a impressão de haver insegurança jurídica no país.


    Revogou


    O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio revogou ontem (20), um dos mandados que sustentam a prisão do ex-diretor da Área Internacional da Petrobras Renato Duque. Apesar da decisão favorável, Duque continuará preso porque existem outros mandados que foram expedidos pelo juiz federal Sérgio Moro na Operação Lava Jato.



  • 20/04/2017


    20.04.2017 11h00m
    Recomendar

    Sobe - MPF por pedir que Cláudia Cruz, mulher de Cunha, cumpra pena em regime fechado


    Desce - O desenfreado envolvimento de jovens e adolescentes no mundo da criminalidade

     

    Pré-candidato


    O vereador Isaías de Diogo aproveitou a sessão de ontem (19), para oficializar a sua pré-candidatura a deputado federal nas próximas eleições. "Sempre tive este desejo, e farei dobradinha com o Irmão Lázaro, que virá para estadual", afirmou.


    Pré-candidato I


    Em aparte, o vereador José Carneiro desejou boa sorte ao edil e disse que quem sairá perdendo será o presidente Ronny, pois perderá o apoio de Isaias, já que também será candidato a federal.


    Pré-candidato II


    Já Alberto Nery disse que seria uma satisfação receber Isaías na base. "O PT ainda não tem candidato a federal e estará de braços abertos para receber o colega", afirmou. Em resposta, Isaías disse que não tem motivos para deixar a base.


    Assaltos a ônibus


    Os constantes assaltos a ônibus nos distritos de Feira de Santana foi o tema do discurso do vereador Lulinha. O edil afirmou que solicitou uma audiência pública, com as empresas de transporte público para o próximo dia 26, no distrito da Matinha, para tratar do problema.


    Visitas a escolas


    O vereador João Bililiu afirmou que na terça (18), pela tarde, fez algumas visitas a escolas municipais e nelas encontrou inúmeras carências. O edil ainda disse que vai mostrar em breve o resultado de suas visitas.


    Visita a escolas I


    Em aparte, o vereador Lulinha, que também faz parte da comissão de educação, disse não ser legal o vereador ter feito as visitas sozinho e que deveria ter convocado toda a comissão e escolher as escolas que deveriam ser visitadas. Bililiu considerou ilógica a argumentação do colega.


    Contra o pacote


    Zé Filé criticou o valor investido pelo governo municipal no pacote de obras anunciado para 2017. "Muita gente ficou contente com o pacote de obras do prefeito de 22 mi, mas existe uma cidade vizinha com 155 mil habitantes e o pacote de obras lá foi de 71 milhões, essa cidade é Alagoinhas", disse.


    A favor do pacote


    O líder do governo Zé Carneiro, em defesa do pacote de obras, disse que o prefeito de Alagoinhas é do mesmo partido de José Ronaldo (DEM) e que se investiu tanto assim, foi porque a crise não tenha chegado lá. "Feira anuncia pacotes de obras todos os anos, e Alagoinhas deve ser para os quatro anos. Zé Filé é contra as obras do governo municipal, não entendo o motivo de tanta ingratidão", rebateu.


    Viveiros pede socorro


    Zé Filé ainda confirmou para a próxima segunda (24), a visita de uma comissão de moradores do bairro Viveiros à Câmara Municipal. "Os moradores estarão aqui para pedir socorro aos vereadores, peço o apoio para ajudarmos e tentarmos marcar com o prefeito, para que ele possa receber essa comissão".


    Lazer inclusivo


    O vereador Cadimiel Pereira falou em seu discurso sobre as crianças portadoras de deficiências, que somam grande número em Feira de Santana, e que não têm opções de lazer. "Estas pessoas precisam de práticas pra trazer dignidade de vida. Um município do tamanho de Feira requer uma praça temática com brinquedos infantis para crianças deficientes terem lazer".


    Lazer inclusivo I


    "Fiz uma indicação para o prefeito realizar esta obra, precisamos fazer os estudos, mas possivelmente poderá ser construída no parque da cidade", sugeriu. Roberto Tourinho disse que é autor de uma lei em Feira que obriga que as praças ofereçam equipamentos para deficientes, mas lamentou que as leis não são cumpridas.


    Risco


    Alberto Nery disse que recebeu o pedido da presidente da APLB Marlede Oliveira, que comunicasse aos vereadores que o acordo celebrado com o governo municipal, que prometeu o enquadramento para o dia 10 de abril ainda não foi cumprido e que, por isso, o sindicato poderá realizar uma nova greve. Na outra ponta, Zé Carneiro afirmou que o governo certamente cumprirá o que prometeu.  



  • 19/04/2018


    19.04.2017 09h15m
    Recomendar

    Sobe - Secretaria da Fazenda por prorrogar prazo de pagamento do IPTU em cota única com 20% de desconto


    Desce - A confusão que cancelou evento de emprego, gerou insatisfação popular e engarrafou rodovia federal em Feira


    Humildes


    Na sessão da manhã de ontem (18), o vereador Zé Curuca discursou sobre a falta de água no distrito de Humildes. O vereador afirmou que esteve em Salvador para uma reunião com o diretor das Embasa, com quem discutiu o assunto e reivindicou soluções para o problema. Curuca elogiou a direção da empresa e afirmou ter sido muito bem recebido, aproveitando para agradecer e confirmar que 5km de rede de extensão de água serão liberados para o distrito.


    Feira X


    O vereador Zé Filé agradeceu ao secretário Justiniano França e afirmou que a equipe da secretaria esteve no Feira X, há duas semanas, onde fizeram a reposição de várias lâmpadas queimadas. Filé ainda chamou a atenção para a situação da feirinha do Feira X, que segundo ele, não está sendo limpa regularmente. "As melhorias não estão chegando por lá, a feirinha está entregue às baratas. Peço a atenção do prefeito, pois o povo não aguenta mais. Vou lutar por eles", afirmou. Já em aparte, o vereador Ronny disse que o prefeito até tem boa vontade, porém muitas vezes "tem ao seu lado diretores que nada fazem", concluiu.


    Audiências


    O vereador Lulinha afirmou que esteve em Salvador, numa audiência com o deputado José Nunes, para confirmar algumas emendas para Feira de Santana, que somam cerca de 950 mil reais, que segundo o edil, serão liberadas logo após a aprovação do ministério. Lulinha ainda confirmou a audiência pública no próximo dia 26 no distrito de Matinha para tratar da segurança pública com algumas autoridades. "Esta audiência será muito importante para o desenvolvimento do distrito, estendo o convite aos nossos deputados, que todos possam comparecer e nos ajudar a combater a violência que tanto assola o nosso povo", disse.


    Declarou apoio


    Depois das declarações dos vereadores Zé Curuca e Gilmar Amorim, agora foi a vez de Ron do Povo o seu apoio à candidatura de Targino Machado para deputado nas próximas eleições. Ron disse que esteve em reunião com o deputado e que tem certeza que tomou a melhor decisão. Em aparte, o vereador Zé Filé parabenizou o colega e disse que já pediu votos para Targino nas duas últimas eleições, mas que desta vez vai apoiar e lutar pela vitória de Fernando Torres.


    Sugeriu, pediu e reclamou


    Em resposta, o vereador João Bililu parabenizou Ron, mas afirmou que existe um deputado muito "bem conceituado", que é seu grande amigo Carlos Geilson. O edil ainda pediu para que os colegas acompanhassem o trabalho do secretário de meio ambiente Sérgio Carneiro, que segundo ele, tem ótimos projetos para as lagoas de Feira de Santana. Para finalizar, João disse que recebe inúmeras reclamações dos cartórios de registros da cidade. "Em Feira existem apenas dois cartórios para mais de 600 mil habitantes, mesmo número de Camaçari, que tem pouco mais de 200 mil pessoas e tem o mesmo número de cartórios. As filas são gigantescas, falta pessoal, quero pedir a ajuda dos colegas para que possamos resolver esta situação", finalizou.


    Seca


    O vereador Edvaldo Lima afirmou em seu discurso que solicitou em 24/03, através de um ofício à Secretaria de Agricultura um carro pipa, para amenizar a situação de seca do distrito de Maria Quitéria. Segundo o vereador, a solicitação não foi atendida e ele teve que ligar para o secretário, mas que mesmo assim a água nunca chegou ao distrito. Edvaldo ainda disse que admira e sabe da competência do secretário, mas que continua aguardando e lamentando o sofrimento da comunidade sem água para consumo e para os animais.


    Aumento de tarifas


    O líder do governo, José Carneiro disse que acompanhou em alguns noticiários a informação do reajuste dos pedágios. Segundo o edil, a ViaBahia majorou as tarifas do pedágio, mas sequer fez uma pista alternativa. "A empresa não cumpriu o contrato, mas fez uma coisa dessas, tudo isso com a conivência do governo do estado e da Agerba, que autorizaram e ninguém levantou a voz para repudiar esta falta de respeito", disse. Carneiro ainda criticou a administração do shopping Boulevard, que também reajustou o valor do estacionamento. "O shopping Boulevard também majorou, em 15% e a taxa agora é de R$ 4,50, sem nenhum aviso prévio. São gananciosos, só querem dinheiro, é repudiante a ganância destes empresários que não têm Deus no coração, o Deus deles é o Real", disparou. 



  • 18/04/2017


    19.04.2017 09h13m
    Recomendar

    Sobe - As campanhas educativas desenvolvidas pela PRF para prevenir e combater acidentes nas rodovias


    Desce - O crescimento do número de motoristas alcoolizados durante a Semana Santa


    Polêmica da falta de quórum


    O vereador Edvaldo Lima (PP) também criticou a entrevista de Zé Filé e a falta dos vereadores na sessão da última quarta. "Lulinha falou sobre a entrevista de Zé Filé, mas não falou sobre a entrevista de Zé Carneiro, que foi pior que a de Zé Filé. Precisamos colocar os pés no chão. Sou um defensor da imprensa, a imprensa tem que investigar para que não cometa deslizes, nas redes sociais chamaram todo os vereadores de vagabundos. Na quarta-feira, cheguei aqui 7:50 e fui no meu gabinete e quando voltei já tinham cancelado, mas eu não estava fora da casa. Reduzimos aqui o excesso, não tivemos aumento de salário, não questionamos e não vi a imprensa parabenizar os vereadores. Esta Casa tem sido desvairada pela mídia e pela população, a palavra vagabundo não vai caber nesta casa", disse.


    APLB


    Alberto Nery afirmou que o prefeito Alberto falou sobre a greve, que o prefeito se dobrou diante da resistência dos professores, o que resultou no final da greve na rede municipal. "A Casa teve o cuidado de propor a criação de uma comissão para intermediar as negociações entre APLB e poder público municipal, o prefeito resistiu as propostas dos professores e não negociou um dos pontos, mas agora se dobrou, tentou colocar os meios de comunicação e a população contra a APLB. Não fomos informados pelo prefeito sobre a decisão que foi tomada lá. Vou entrar com requerimento para saber quanto foi gasto de publicidade para enganar a população e os trabalhadores", afirmou.


    Governo foi sensível


    Já Zé Carneiro disse a Nery que o prefeito não se dobrou às reivindicações da APLB, que o governo deu uma demonstração de sensibilidade, mas não se dobra a caprichos de quem quer que seja. "Quando deve se resolver no diálogo, se resolve, não posso deixar de reconhecer que em parte tem razão, eu também só tive conhecimento por parte da imprensa, poderia ter sido diferente, diante da nossa luta, merecíamos uma explicação maior. Tenha certeza, ceder pra mim é flexibilizar, não agiria com radicalismo, os pontos foram resolvidos e atendidos pelo governo", concluiu.


    Fogo no bingo


    Em seu discurso na manhã de ontem (17), o vereador Isaias de Diogo falou sobre o bingo beneficente que aconteceu na tarde de domingo, nas proximidades do shopping Boulevard. "Aquilo foi uma vergonha e já aconteceu outras vezes em Feira! Parabenizo os corajosos que partiram para cima do suposto ganhador, que dizia ser morador do Feira VII, mas como não soube identificar o caminho que morava com a pressão, confessou que ganhou duzentos reais para dizer que ganhou", o vereador ainda afirmou que a prática de bingo é ilegal, e que os organizadores arrumaram uma maneira de fazer como se fosse beneficente, com o nome de uma instituição. "As pessoas que desmascaram foram corajosas, estão de parabéns", disse.


    Vereadores faltosos


    O vereador Lulinha afirmou que sempre esteve presente nas sessões da Câmara Municipal e que nunca abandonou antes do término e chamou a atenção dos colegas faltosos e que colocam atestados médicos, "Zé Filé saiu para junto do governador iniciar obras, saiu na hora de votação e tinha inclusive Um projeto importante, se picou, não só ele, mas outros colegas de oposição. Quando é agora, chega no programa de rádio e diz que os vereadores foram engraxar sapato do prefeito, sempre foi situação e sempre falou bem do prefeito e agora que é oposição fica desmerecendo os colegas e o governo. Agora se for botar chocalho, quantos vereadores não chegam atrasados aqui?", disparou.


    Da minha vida, cuido eu!


    Em resposta, Zé Filé disse que faltam palavras pra descrever a compreensão de lulinha. "Pedi a liberação ao presidente e nunca atrasei uma sessão. Seria uma deselegância faltar a obra do governador, que destinou de 22 milhões, não atrapalhou em nada a votação, a casa estava cheia, jamais vou deixar essa casa, faltar os trabalhos, tenho que justificar apenas minha presença, pois a dos outros é problema deles, não tenho nada com isso", afirmou.


    Viaduto no Viveiros


    O vereador Zé Filé repercutiu a matéria publicada pelo jornal Folha do Estado, no último sábado (15), sobre a ida do deputado Carlos Geilson à Brasília para cobrar a execução da obra do viaduto do Viveiros. "Espero que esteja tudo certo mesmo, pois já tem um ano e meio e a prefeitura ainda não fez nada, tá difícil, pois o gestor ainda não se manifestou, tinha o dinheiro para a obra e agora já falta, só dependia do prefeito que tem que indenizar aquelas casas. Quando fazem os projetos têm dinheiro, quando fica pronto falta o dinheiro. Tenho compromisso com o Viveiros e vou lutar para o projeto sair do papel.

     

    Risco elétrico

     

    Gilmar Amorim fez um pedido a gestora da Coelba, para que olhasse mais pelo bairro George Américo. Segundo o edil, em menos de dois anos, já foram registrados dois casos de morte por choque elétrico. "Que façam um serviço de emergência e que cubram a fiação, sei das dificuldades, mas é necessário. Estou entrando com um requerimento para que se resolva, antes que aconteça mais uma vez", disse. Zé Carneiro afirmou em aparte que a Coelba tem que ter uma política de prevenção e agir antes de acontecer outra tragédia. Já Marcos Lima, disse que a Coelba faz o que quer e não quer em Feira de Santana, e citou o Caseb, bairro onde já fez várias solicitações e ainda aguarda a resolução dos problemas.


    Descaso com a cultura


    O vereador Cadimiel afirmou estar preocupado com o "descaso" com a cultura em Feira de Santana. "Ninguém do governo do estado esteve aqui, nem o secretário, não temos apoio, fica necessário que o município crie um IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico) municipal em Feira de Santana para que tenhamos os marcos legais e culturais na cidade, vários personagens históricos viveram aqui, a história de Maria Quitéria, aonde está a casa que ela nasceu? Sabemos a história de lampião, de Dom Pedro, mas e Maria Quitéria? Que lutou pela independência da Bahia? Ninguém sabe! Não lembramos dos personagens históricos de Feira, pois não vêm fazer este reconhecimento", concluiu. 



  • 15/04/2017


    16.04.2017 09h14m
    Recomendar

    Sobe - Hospital da Mulher por implantar o projeto Polvos Amigos e ajudar no tratamento de crianças com nascimento precoce


    Desce - A maioria dos políticos brasileiros por serem motivo de vergonha para a nação brasileira


    Dizimado


    Um dia após o início da divulgação dos dados da delação da Odebrecht, o PSDB reagia de forma descoordenada à saraivada de acusações sofrida pela sigla. Até por não estar citado no caso, o prefeito paulistano, João Doria, é visto internamente como o grande beneficiário da confusão. Nas palavras de um dirigente da sigla, “o partido está sendo dizimado” e seria preciso criar uma estratégia para evitar o mesmo destino do PT, que foi moído politicamente pela Lava Jato. A delação atingiu em maior ou menor grau toda a cúpula tucana. As informações são do Folhapress.


    Lula


    O ex-presidente Lula voltou a dizer que poderá concorrer à presidência da República em 2018 e minimizou o crescimento de adversários, principalmente daqueles que não pertencem à política, como João Doria. “Não existe solução fora da política. O que é preciso é que os políticos tenham coragem de enfrentar essa situação. Com financiamento público para que não haja relação promíscua com empresas, que haja uma reforma política… Na hora que provarem algum crime meu, quero ser julgado como qualquer cidadão”, declarou em entrevista à rádio Metrópole.


    Despreocupado


    Ao ser questionado sobre as delações da Odebrecht, o ex-presidente Lula disse que o conteúdo é tão “inverossímil” que não vai “rir nem chorar”. “A delação tem que ser provada, não dá para o cidadão apenas falar alguma coisa. Não posso ficar nervoso, vou preparar o depoimento e a vida segue. No dia que provarem R$ 10 que não são meus eu saio da política”, garantiu, durante entrevista à rádio Metrópole na manhã da quinta-feira (13). Ainda na conversa, Lula falou sobre a economia brasileira e criticou a reforma trabalhista, dizendo que trará uma espécie de escravidão moderna.


    Caixa 2


    O prefeito ACM Neto (DEM) rebateu mais uma vez a menção do seu nome na lista de petições ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato, para apuração em instâncias inferiores de investigados sem prerrogativa de foro privilegiado no STF. “Não recebi dinheiro via caixa 2, isso não ocorreu, estou muito tranquilo. A Odebrecht colaborou em 2012, via Democratas, que passou à minha campanha de forma oficial. As contas foram aprovadas, podemos provar. A campanha foi feita de maneira lícita, isso não tem nada a ver com Lava Jato. Acho ótimo que se apure, para que depois a verdade venha à tona”, disse em entrevista ao programa Se Liga Bocão, na Itapoan FM, na quarta-feira (12). O demista disse ainda que não a situação não lhe tira o sono e tão pouco é impedimento para eventual candidatura ao governo do estado em 2018.


    Unidos venceremos


    Segundo o Folha de São Paulo, Michel Temer, Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva estão juntos em um pacto pela sobrevivência do PMDB, PSDB e PT até, pelo menos, as eleições de 2018. O acordo passa pela manutenção de Temer até 2018 e a realização de eleições diretas em outubro do ano que vem, com a participação de Lula. A tese dos bastidores é que não há tempo para uma condenação em segunda instância do petista até 2018, o que o deixaria inelegível.


    Unidos venceremos I


    Caso exista, haveria recursos em instâncias superiores. Desde novembro do ano passado, quando a Operação Lava Jato mostrou potencial de atingir novos setores políticos e econômicos, os três se reúnem para discutir medidas que limitem a operação e impeçam a quebra das legendas. De acordo com pessoas ouvidas pela Folha de S. Paulo, a avaliação do trio é que a Lava Jato quer eliminar a classe política e abrir espaço para um novo projeto de poder, este liderado pelos responsáveis pela investigação.


    Mudanças


    Com denúncias de corrupção que atingem políticos de diversos partidos, muitas siglas avaliam a possibilidade de mudar de nome. De acordo com o blog Radar Online, da Veja, o PTdoB deve ser oficializado como “Avante” no encontro nacional do partido, que acontece no próximo dia 29, em Brasília. Assim, a legenda pretende conseguir 18 deputados em 2018. Atualmente, eles têm apenas cinco. De acordo com a publicação, outro partido que cogita uma mudança é o PMDB. Nas reuniões do partido, o presidente da sigla, Romero Jucá, fala no nome “Movimento”. Outros que já efetivaram a mudança são o DEM, que, na semana passada, comemorou 10 anos desde que deixou de ser PFL. O PTN já adotou o nome de “Podemos” e tem pretensão de lançar um candidato ao Planalto nas eleições do ano que vem. O PSL também já começa a mudança para “Livres”.



  • 13/04/2017


    16.04.2017 09h12m
    Recomendar

    Sobe - A proposta de readequação do ensino noturno em Feira de Santana


    Desce - Vereadores que faltaram a sessão de ontem, o que resultou em seu cancelamento


    Rui está preocupado


    O governador Rui Costa (PT) minimizou o teor dos inquéritos divulgado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, com base nas delações premiadas de ex-executivos da empreiteira baiana Odebrecht. Durante visita as obras da Embasa na BA-526, na manhã da quarta (12), o petista lembrou que a lista de Fachin não é condenação de ninguém. “Não há condenação de ninguém, nem de aliados e nem de adversários. As listas que saem são autorizando que as pessoas sejam investigadas e seja apurada, ou não, a veracidade das delações. Não se trata aqui de inocentar ou de condenar ninguém previamente. As pessoas exercerão seus direitos de defesa. Minha preocupação é apenas que o país não pare. Acho que temos que continuar trabalhando. O povo brasileiro está sofrendo muito com essa crise”, afirmou Rui ao Bocão News.


    Neto continua tranquilo


    O prefeito ACM Neto disse estar “absolutamente tranquilo” com relação à citação da Procuradoria-Geral da República nos inquéritos da Operação Lava Jato em que houve acordo de delação premiada com executivos do Grupo Odebrecht. Durante entrega de geomantas na Vila Canária, na quarta-feira (12), Neto disse ao Bocão News que aguarda a revelação de todo o conteúdo das delações premiadas da Odebrecht, nas quais foi citado, para que possa se posicionar sobre o assunto. “Ainda não temos conhecimento sobre o conteúdo do que existe ou não existe que envolva o nosso nome. Apenas verificamos uma petição, um despacho do ministro Fachin encaminhado para a Justiça Federal. Eu espero que, o mais rápido possível, possamos ter acesso a tudo. Que todo o conteúdo que eventualmente fui citado e mencionado pela colaboração da Odebrecht venha a público”, declarou o prefeito.


    Lídice não teme


    Em nota enviada a imprensa no início da noite de terça-feira (11), a senadora Lídice da Mata (PSB) respondeu o fato de seu nome constar na lista de abertura de inquérito autorizada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin. A socialista, em seu penúltimo ano de mandato no Senado Federal, afirmou que tem a consciência tranquila e defendeu a quebra do sigilo do processo. “Acho muito importante essa autorização do Supremo Tribunal Federal (STF) para a devida abertura dos inquéritos. Espero que agora haja a quebra do sigilo de todo o processo, como já havia solicitado. Tenho a consciência tranquila e a confiança de que tudo será esclarecido. A seriedade da minha vida pública fala por mim”, escreve.


    Lista pode atrasar reformas


    A equipe econômica do governo Michel Temer acredita que a divulgação dos políticos alvos de inquéritos por parte do Supremo Tribunal Federal (STF) deverá atrasar o calendário das reformas. A lista do ministro Edson Fachin deverá atrapalhar, principalmente, a reforma da Previdência. De acordo com a Folha de S. Paulo, os integrantes da equipe temem que os deputados e senadores passem a se ocupar de pautas ligadas à Lava Jato, como anistia ao caixa dois ou a punição a abusos de autoridade. As reformas do governo ficariam, então, em segundo plano e sem chance de aprovação no primeiro semestre. Em diálogos reservados, Meirelles relatou a assessores que Temer manifestava otimismo e a perspectiva de que os deputados e senadores decidiriam se ocupar das grandes votações para “virar a página”.


    Bolsonaro comemora e ironiza


    Em vídeo publicado em sua página oficial no Facebook, logo após a divulgação da lista do ministro Edson Fachin (STF) abrindo inquérito contra nove ministros e 71 congressistas, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) comemorou a ausência do próprio nome no documento. De acordo com o Bocão News, o polêmico parlamentar não economizou deboche e ironia contra os petistas Carlos Zarattini (PT-SP) e, principalmente, Maria do Rosário (PT-RS). “Tem duas pessoas maravilhosas aqui (na lista). O Carlos Zarattini e a Maria do Rosário. Mas, o que é isso Maria do Rosário? A Papuda lhe espera”, diz aos risos.


    Repasses para Lula

     

    Além de confirmar que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é o referido “Amigo” no esquema de propinas, o empreiteiro Marcelo Odebrecht revelou, em depoimento ao juiz Sérgio Moro, que combinou com o ex-ministro Antonio Palocci a reserva de R$ 40 milhões de reais em propinas para atender as “demandas de Lula”. Isso teria acontecido em dezembro de 2010, no fim do segundo mandato do petista. “Tinha um saldo de uns 40 milhões. Aí o que eu combinei com o Palocci? Vai mudar o governo, vai entrar a Dilma [..] A gente sabia que ia ter demandas de Lula, por uma questão do instituto, para outras coisas. Então o que a gente disse foi o seguinte: ‘Vamos provisionar uma parte desse saldo, e então botamos R$ 35 milhões no saldo Amigo, que é Lula, para uso que fosse orientação de Lula, porque a gente entendia que Lula ainda ia ter influência no PT”, declarou Marcelo. Concedido na segunda (10), o depoimento detalhou como o esquema de financiamento das demandas do ex-presidente por parte do “Departamento de Operações Estruturadas” foi criado. As informações são do Bahia Notícias.



Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia